top of page
  • Foto do escritorDIDERC

PEREGRINAÇÃO: Cobertura especial do Clarim da Juventude


A equipe de jovens do Clarim da Juventude, encarte do Jornal O NOSSO participou da Peregrinação, realizando uma cobertura especial com fotos e entrevistas da atividade. O objetivo era observar as atividades sob a perspectiva dos jovens, do preparo à realização, haja visto a grande participação deles na Comunidade Eclética.


A equipe é composta pelas repórteres Mariana Nogueira e Dyanna Turque, o fotógrafo Ícaro dos Santos, e coordenada por Alberto dos Santos. Os monitores são da equipe gestora do Clarim, bem como do DIDERC, setor responsável por toda e qualquer comunicação institucional.


Confira abaixo uma prévia do que está por vir na próxima edição do jornal.



Entrevistas:


Maria Alice Nogueira, Sobradinho- DF, 10 anos


CLARIM - É a primeira vez que vem para a peregrinação?

MARIA - "sim."

CLARIM - A gente quer saber, o seu olhar… de uma pessoa que vem de fora, participando pela primeira vez, um olhar de juventude…O que você está achando por enquanto da peregrinação?

MARIA - "eu achei que a peregrinação foi bem legal, uma coisa diferente, Estou gostando muito."

CLARIM - como está sendo a experiência? A caminhada? As visitas aos lugares novos?

MARIA - "estou achando a paisagem muito bonita, porém é um pouco cansativo, subir e descer morro, mas faz parte."

CLARIM - você já tinha participado de uma experiência assim antes?

MARIA - "não, primeira vez."


Irmã Suelen, Comissão de Irmãos Solidários, Regional de Curitiba - Paraná, 38 anos


CLARIM -é a primeira vez da senhora peregrinando?

— "sim."

CLARIM - E o que te motiva para estar aqui participando pela primeira vez como irmã da comissão?

—" acho que o conhecimento, tentar melhorar, fazer a nossa reforma, que é o que o Mestre prega. Tentar encontrar mais o amor, a compaixão, encontrar dentro de mim esse sentimento."

CLARIM - Como está sendo a experiência até agora?

— "está ótima, energia é muito boa."



Luiz Antônio, idade desconhecida, Minas Gerais


CLARIM -o que te motivou para vir lá de Minas para conhecer, participar da peregrinação?

– "conheci a Cidade eclética através da minha namorada, os pais dela já foram de balandrau. E ontem foi meu aniversário, eu ia para Minas ficar com meus pais, aí ela falou da peregrinação, aí fiquei para participar junto com ela e sua família."

CLARIM -Até agora como está sendo essa vivência para você?

– "achei bem legal, bem interessante."

CLARIM -o que você acha sobre toda a ritualística?

– "eu achei muito interessante, no sentido de querer buscar para saber mais, dá vontade de entender esse processo de iniciação, e acho que o caminho em si é maravilhoso, você poder ver o sol nascendo, passar pelos vales, é fantástico."

CLARIM -e o senhor tem algum recado para quem gostaria de vir?

– "venham, porque é uma caminhada incrível, cheia de energias, e todo esse processo sem dúvidas nos faz querer viver melhor"


Irmã:. Lecyra, 27 anos e Gabriel 4 meses, Cidade Eclética


CLARIM -Percebemos que você trouxe o seu neném para a peregrinação. Qual o significado por trás disso?

- "É muito lindo, é uma emoção muito grande poder trazer ele comigo, me deram essa oportunidade, e estou muito feliz com isso"

CLARIM - você acha importante incluir seu filho nas cerimônias da fraternidade desde pequenininho?

-"sim, sinceramente é muito importante eu poder criar ele assim, e se Deus quiser, ele vai seguir nosso caminho"


Irmã:. Kathelyn:., Cidade Eclética, 33 anos


CLARIM -Há quanto tempo você peregrina com o grupo escoteiro?

- "Desde 2005, com exceção da peregrinação de 2020, por causa da pandemia"

CLARIM -E hoje, como chefe, o que você pensa da importância da participação do grupo escoteiro na peregrinação?"

"O grupo escoteiro atua em toda a parte de organização que antecede a peregrinação, atuando também na parte de segurança e organização durante toda a peregrinação. Todos os ramos, juntamente com a chefia, dão o seu melhor possível para que todos os participantes da peregrinação tenham conforto e segurança no seu momento de oração. Os escoteiros realizam funções como segurança nas pontes, limpeza dos ambientes, hasteamento e arreamento das bandeiras, colocação dos banheiros, e várias outras funções necessárias para o bem estar de todos. Estaremos sempre à serviço."



Lívia Maria e Sâmila Faiad, irmãs do público, Distrito Federal


CLARIM - Como está sendo para vocês vivenciar a experiência da Peregrinação e todo o simbolismo?

L- "Eu estou achando maravilhosa, a experiência da peregrinação é única. É um momento muito rico de reflexão, de revisão dos nossos valores, do que é ser um verdadeiro cristão e da nossa colaboração para o mundo. Então para mim foi muito profundo, o momento da missa foi especialmente marcante para mim e para minha filha, além de ser uma oportunidade de confraternização, é uma oportunidade de crescimento interior muito grande."


S- "Pra mim foi muito cansativo, mas foi muito gratificante, porque achei que não ia dar conta de andar tanto, mas eu consegui. Espiritualmente falando foi muito enriquecedor, pois teve uma parte em que eu consegui rezar muito, e até me ajudou nas dores que eu estava sentindo, então realmente foi incrível estar com as pessoas também. Para mim foi muito bom"


L- "Nós agradecemos por tudo, por todo o carinho... A organização foi algo fantástico, eu acho que os irmãos e obreiros da casa estão de parabéns, pois foi uma organização maravilhosa, uma recepção com muita presença e muito cuidado com as pessoas. Achei maravilhoso, muito obrigada!"


Irmão:. Nizan:., 56 anos - Cidade Eclética


CLARIM -Como está sendo para você a experiência de estar levando pela primeira vez a espada de um arcanjo tão importante pra nós, que é de Mestre Micael?

- "É um prazer, e um compromisso importante também. Na verdade, desde que eu estava em missão nas regionais da Argentina, que os espíritos me avisaram que eu teria que cumprir essa missão"

CLARIM - Pode contar pra gente como você se sentiu durante o preparo para esse momento?

- "Na verdade estou em preparo há quatro meses, com uma dieta de apenas verduras, frutas e água que fui destinado a fazer"

CLARIM - E como está sendo essa responsabilidade? Por ser a primeira vez, teve nervosismo?

- "Não, tranquilo. A vibração é muito forte, mas é tranquilo"

CLARIM - Foi diferente dessa vez?

- "Sim. Eu já carreguei a imagem de Mestre Micael, a flâmula... mas foi diferente, é uma energia em si é diferente"



Equipe de Jovens do Clarim da Juventude

604 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


I commenti sono stati disattivati.
bottom of page