• DIDERC

OBREIROS ECLÉTICOS COMEMORAM 65 ANOS DA CIDADE COR-DE-ROSA




A Cidade Eclética Fraternidade Universal, mais conhecida como Cidade Eclética, ou ainda Cidade Cor-de-Rosa, completou no dia 4 de novembro, 65 anos de fundação. Após quase dois anos de 'lookdown', em virtude da pandemia por COVID-19, a Comunidade Eclética retoma, aos poucos, suas atividades, com os irmãos devidamente vacinados e seguindo todos os protocolos e medidas de segurança. A programação tradicional do dia festivo, envolveu toda a comunidade e foi composta por diversas atividades, com a participação de toda a Comunidade Eclética e do Grupo Escoteiro Mestre Yokaanam:. - GEMY 33º DF.



A Alvorada Festiva despertou a Comunidade às 6 horas, com fogos de artifício, e em seguida o GEMY realizou o Hasteamento dos Pavilhões Nacional, da Fraternidade e da Juventude Eclética Universal, bem como, a bandeira do Grupo Escoteiro, na Praça da Imortalidade. A Secretaria de Instrução e Educação - SIE, juntamente ao Grinartes realizou a apresentação de duas canções em homenagem ao dia de fundação da Cidade, o que emocionou a todos os presentes.



No início da tarde, iniciou-se a concentração de Obreiros ao lado da pista do Aeroporto dos Nazarenos, no ponto onde os peregrinos desceram dos caminhões e finalizaram sua chegada a pé, aguardando apenas o Comando do Respmo:. Conselho:. Espiritual:. Administrativo:., para início da cerimônia que rememoram a "Peregrinação-Êxodo", realizada pelos Irmãos Peregrinos que vieram do Rio de Janeiro para fundar a Cidade Fraternidade Universal, no dia 4 de novembro de 1956 - d.C..


A atmosfera era completamente espiritual e intensa, foi possível sentir que os nossos maiores espirituais se encontravam presentes, nos apoiando nessa tradição que reforça nossa história de luta eclética pela unificação das religiões e escolas nobres do mundo e de reforma interior, amparada no trabalho coletivo e primoroso de transformação íntima e caridade. Atividades como estas reafirmam o propósito espiritual de manter vivo o ideal fraternário para construir um mundo novo, amparado no Evangelho e na Doutrina Unificadora das Religiões.

Às quatorze horas e vinte minutos, a marcha foi iniciada e guiada pelo Jipe verde-oliva inglês, sendo recebida na Praça da Imortalidade, com os irmãos consternados que deram seguimento, hasteando a Flâmula dos Peregrinos, símbolo maior da instituição e do seu propósito espiritual de Fraternidade Universal. Um dia especial repleto de homenagens aos sessenta e cinco anos da nossa amada Cidade Eclética e aos Irmãos Peregrinos presentes.



Salve a Cidade Cor-de-Rosa e seus Peregrinos, assim como, àqueles que seguem lutando e acreditando na proposta de amor incondicional à humanidade. Nossa eterna gratidão ao Mestre fundador, que trouxe seus discípulos para o Planalto Central em obediência às Estrelas, e em busca de semear o amor como ferramenta primordial de transformação do mundo.

454 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Mestre no primeiro Templo da instituição, Rio de Janeiro.

press to zoom

Mestre e discípulo durante a Peregrinação Evangélica.

press to zoom

Mestre no Monte Tabor, Cidade Eclética - GO.

press to zoom

Mestre no primeiro Templo da instituição, Rio de Janeiro.

press to zoom
1/12