• DIDERC

Cidade Eclética comemora 63 anos

Os Obreiros da Comunidade Eclética comemoraram, tradicionalmente, mais um aniversário da Cidade Eclética.


Os Obreiros da Comunidade Eclética comemoraram mais um aniversário da Cidade Eclética Fraternidade Universal, mais conhecida como Cidade Eclética, rememorando a "Peregrinação-Êxodo", realizada pelos Irmãos Peregrinos que vieram do Rio de Janeiro para fundar a Cidade Fraternidade Universal, no dia 4 de novembro de 1956-d.C..

A nossa amada Cidade Cor-de-Rosa completou 63 anos de trabalho ininterruptos em prol do funcionamento da Obra da Fraternidade e da Doutrina Eclética. A programação tradicional foi composta por diversas atividades, com a participação de toda a Comunidade Eclética e do Grupo Escoteiro Mestre Yokaanam:. - GEMY 33º DF.

O dia iniciou com uma linda Alvorada Festiva, comandada pela Fanfarra Eclética Irmão:. Saul:., e a participação de irmãos da Comunidade e escoteiros, supervisionada pela Secretaria de Instrução e Educação – SIE, às seis horas da manhã, despertando a Cidade ao som dos fogos de artifícios e dos instrumentos. Em seguida, um café da manhã foi servido pela chefia do Grupo Escoteiro que, às sete e meia da manhã, iniciou o Desfile e o Hasteamento dos Pavilhões Nacional, da Fraternidade e da Juventude Eclética Universal, sob a responsabilidade do GEMY, na Praça da Imortalidade.

No início da tarde, uma densa chuva caiu sobre a Cidade Eclética, como ocorreu no dia de sua fundação; às treze horas, já sem chuva, iniciou-se a concentração de Obreiros ao lado da pista do Aeroporto dos Nazarenos, no local pré-estabelecido e tradicional, aguardando apenas o Comando do Respmo:. Conselho:. Espiritual:. Administrativo:..

Às quatorze horas e vinte minutos, ao som do ronco do motor do Jipe verde-oliva inglês, teve início a Marcha Tradicional, sob o comando do Resp. Ir:. Sac:. Dúclos:., ratificando a busca do ideal fraternário de construir um mundo novo, amparado no Evangelho e na Doutrina Unificadora das Religiões. 

Em seguida, uma linda cerimônia na Praça da Imortalidade homenageou a Cidade e os Irmãos Peregrinos presentes. Uma atmosfera espiritual contagiante permeou o espírito de todos com amor e esperança, remetendo à memória do 4 de novembro de 1956.

Logo após o ‘Parabéns pra você’, foi cortado o tradicional bolo do aniversário, distribuído para os presentes.

As bandeiras foram arriadas às dezoito horas, e este dia ficou na memória como mais um da nossa História Fraternária.

0 visualização
Palavra do Mestre
00:00 / 02:39